Exibir tudo

A comunicação da Igreja Católica no Brasil: tendências comunicacionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

Dissertação - Cultura Midiática e Religião
Ricardo Costa Alvarenga

Resumo

Estudo sobre a comunicação da Igreja Católica no Brasil, tendo como objetivo central a identificação das tendências comunicacionais adotadas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que é a principal estrutura de poder da Igreja Católica no país, desde a sua criação em 1952. Identificar essas tendências comunicacionais é importante, pela necessidade de sistematização do conhecimento sobre o tema e, também, por contribuir com os estudos relacionados à interface Comunicação e Religião no Brasil. A pesquisa foi desenvolvida com base em levantamento bibliográfico, análise documental em arquivos da CNBB, disponibilizados pelo Centro de Documentação e Informação da instituição, além de entrevistas com lideranças de comunicação da Igreja, como bispos, religiosos e leigos que desempenharam as funções de assessores e presidentes da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação. Nossas principais conclusões são que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil foi influenciada por aspectos sociais, eclesiais, políticos e econômicos para pensar a comunicação e que a figura das lideranças de comunicação foram sem dúvida determinantes em certos períodos de abertura e outros de inflexão na relação da Igreja com a comunicação. Suas referências influenciavam nos trabalhos da conferência, como aconteceu nos primeiros anos, que ficaram marcados pelo funcionalismo e, posteriormente, pelos estudos críticos e sociais.

Leia a dissertação <<<A comunicação da Igreja Católica no Brasil: tendências comunicacionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil>>> de Ricardo Costa Alvarenga.

Confira outros textos de <<<Ricardo Costa Alvarenga>>> publicados no Mídia, Religião e Sociedade.

mm
Mídia, Religião e Sociedade
O "Mídia, Religião e Sociedade" se dedica à promoção de conteúdo acadêmico sobre o tema Mídia e Religião. Conheça pesquisadores da área, acesse entrevistas, artigos, livros e teses no site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *