Exibir tudo

Amém? Compartilhe!: análise da interação e circulação dos discursos de Macedo, Santiago e usuários no Facebook e Twitter

Francieli Jordão Fantoni

RESUMO

A ambiência digital – fenômeno relativamente recente no campo religioso neopentecostal – faz emergir outras relações entre usuários da rede, líderes e instituições, que agora são atravessadas por lógicas e regramentos midiáticos postos em circulação de forma instantânea pela apropriação da Internet, convertida em meio. E é sobre esta perspectiva que este estudo se debruça. Procura-se entender em que medida a midiatização e suas processualidades interferem no modo como os líderes religiosos Edir Macedo e Valdemiro Santiago interagem com usuários, no Twitter e Facebook, e que sentidos são gerados entre usuários – fiéis, não fiéis e não praticantes por meio da circulação discursiva dos líderes. Em vista disto, investiga-se como ocorrem as interações discursivas dos atores, postas em circulação na rede. Doravante, questiona-se quais lógicas processuais regem a busca pelo outro em três sistemas: o midiático, o religioso e o do usuário. Como metodologia, aplica-se o estudo de caso múltiplo comparativo, por conceber que apesar da análise se dedicar ao universo religioso neopentecostal, cada líder e, consequentemente, suas instituições apresentam estratégias discursivas e operacionais dispares. Tal aspecto permeará a totalidade dos três sistemas mapeados, aproximando-se do conceito de sistema, a partir de Niklas Luhmann (2010) para o exercício de análise da circulação. Com operacionalização dentro de sistemas, as redes sociais são inferidas a partir da apropriação de líderes, instituições e usuários, que transitam por meio de uma intensa circulação, via discursos. Isto posto, para leitura dos materiais, adota-se a análise semiológica proposta por Eliseo Verón (2004), Milton José Pinto (2002) e Adair Caetano Peruzzolo (2004), como aporte teórico-metodológico que visa dar conta da análise dos discursos em circulação. Vislumbra-se, assim, a emergência de uma nova sociabilidade que afeta não só o sentido dado para a religião, mas a forma como se experencia a mesma. Elementos do sagrado são afetados por lógicas do profano gerando discursos que circulam de forma contínua.

Leia online o texto completo clicando <<<aqui>>>.
Confira outros textos da autora publicados no Mídia, Religião e Sociedade clicando <<<aqui>>>.
mm
Mídia, Religião e Sociedade
O "Mídia, Religião e Sociedade" se dedica à promoção de conteúdo acadêmico sobre o tema Mídia e Religião. Conheça pesquisadores da área, acesse entrevistas, artigos, livros e teses no site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *